EFPC em breve

O Fórum Europeu para Cuidados Primários foi criado em 2005 por um grupo de pessoas interessadas no assunto originarias de diferentes países. Nascido como uma associação independente e longe de qualquer interesse privado EFPC esta a traçar para o futuro políticas para preservar a sua independência.

As palavras Cuidado Primários (CP) incluiam todos os serviços básicos de saúde. Por isso o fim do Fórum é de melhorar a saúde das pessoas através da promoção de um sistema eficiente de medicina geral. Este propósito é alcançado através da promoção de cuidados de saúde primários, la recolha, processamento e intercâmbio de informações e experiências entre os membros. O Fórum tem como principal objetivo ampliar o número de adesãos para se tornar um jogador-chave e uma força motriz no mundo dos CPs na Europa.

 

Introdução
Uma eficiente rede de médicos de clínica geral é necessária para melhorar a saúde e mesmo reduzir os custos, como testemunham as conclusões dos vários estudos científicos realizados na região. Com efeito, a promoção de um sistema eficaz e coordenado dos cuidados primários é essencial para melhorar o nível de saúde pública em geral. Este processo não emerge espontaneamente mais a sua consolidação exige que certos atributos estão presentes a nível do sistema de saúde nacional e que, na prática de cada dia os diferentes atores envolvidos estejen conscientes das suas responsabilidades " com respeito a toda a população. Em toda Europa, um processo de fortalecimento da PC está em curso para o qual é necessário construir uma rede onde pode-se coletar e compartilhar informações sobre as estratégias e estruturas mais bem-sucedidas

 

Nossa visão do sistema de CP
Os pontos fortes do CP residem na sua capacidade de se relacionar diretamente com o cidadão através da prestação de serviços, respondendo às necessidades dos indivíduos no contexto das suas famílias e comunidades. Graças aos vários tipos de assistência (atendimento domiciliar para anciãos ou em áreas com problemáticas multiculturais) o CP contribuie a progressão da coesão social. Portanto, os médicos de família, trabalhando no âmbito das autoridades locais, formam uma equipe caracterizada por uma proposta/atitude altamente multidisciplinar. Outro elemento-chave do CP é a capacidade de se relacionar e se adaptar facilmente às necessidades específicas do paciente, proporcionando uma atenção especial aos grupos mais vulneráveis da sociedade. Então, para funcionar eficazmente, o PC deve garantir acesso irrestrito a qualquer tipo de paciente. Um terceiro elemento-chave é a sua função de ligação. Os médicos de família agem como intermediários ajudando os indivíduos a se relacionar com o mundo fragmentado do sistema de saúde, divididos entre diversas áreas de especialização e gestão. Em muitos países europeus, o papel dos médicos é definido com a palavra "gatekeeping". Eles são de fato uma ferramenta eficaz para a orientação e o encaminhamento de pacientes. Seguindo os procedimentos estabelecidos sua labor permite uma melhor garantia de cuidados e a sustentabilidade de todo o sistema.
Através de vários estudos empíricos, é fato comprovado que o CP tem um papel significativo nas estratégias para reduzir a demanda de serviços de saúde, melhorar os níveis de cuidados de saúde e reduzir os custos de todo o sistema.
 

Um ambiente em transformação  
Os problemas mais comuns encontrados em quase todos os países europeus são o envelhecimento da sociedade, as preocupações com custos crescentes, a qualidade dos cuidados de saúde e o desejo de garantir acesso à saúde para a maioria da população.

Por estas razões, muitos países da Europa Central e Oriental realizam profundas reformas dos seus sistemas e estruturas Criam-se numerosas iniciativas locais para promover o CP, enquanto as estratégias nacionais e políticas são muitas vezes divergentes ou não orientadas ao desenvolvimento  do sistema.
A expansão da produção e um melhor sistema para o CP é um novo desafio para todos os profissionais envolvidos nas práticas de saúde e a formulação de políticas.
Cada vez mais as ações da União Europeia têm um impacto sobre a saúde e os serviços. As oportunidades realizam-se de orientações, diretrizes, métodos abertos de coordenação para a atribuição de fundos de desenvolvimento ou de subsídios em geral. O objetivo é promover o comércio internacional e a emergência de uma visão compartilhada e integrada do sistema de saúde a nível macro-regional. Do outro lado cresce a influência do mercado guiado por as regras da concorrência e oposto ao princípio de solidariedade. Torna-se crucial equilibrar essas forças. Assim deve-se permitir que todas as categorias profissionais trabalhem em conjunto, sempre considerando as necessidades da comunidade.

 

Quais são as aspirações do Fórum Europeu para os Cuidados Primarios?
 Objetivo-chave do Fórum é melhorar a saúde pública através da promoção de um mais forte e estável sistema de atenção básica. As principais ações consistem no acompanhamento contínuo e a comparação de diversos sistemas de medicina geral na Europa, na recolha de informações sobre estratégias de desenvolvimento local e na troca de experiências. Além, o Fórum apoia diversas iniciativas locais e regionais, influência as políticas de saúde a nível nacional e internacional (de União Europeia e OMS) e promove a pesquisa médica e científica.
Os membros do Fórum apontam a ligaçar os três principais atores do sistema de saúde quem trabalham em outros tantos níveis. O verdadero propósito é estabelecer comunicação entre os profissionais da saúde, os decisores políticos e os investigadores da saúde e as entidades que controlam a informação aos níveis local, nacional e supra-nacional.
O objetivo final é promover o desenvolvimento de estratégias baseadas em pesquisa e prática orientadas para a qualidade e equidade através de uma atitude(açãos) altamente multidisciplinar.

 

 

Fórum Europeu para o Desenvolvimento dos Cuidados Primarios e a necessidade de estratégias multli-nível:

 

 

 

A medicina familiar é considerada o núcleo do PC. Por isso a participação e coordenação com outras disciplinas e profissões é fundamental. É evidente que o paciente, ou melhor, a perspectiva do cidadão está no centro dos objetivos e atividades do Fórum. O envolvimento de todas as pessoas, os pacientes e as suas organizações é crucial, porque todos eles estão sujeitos (directamente ou indirectamente) as açãos do CP, através da prestação de serviços ou da investigação.
O Fórum tem uma função de mensageiro e quer difundir os conhecimentos e as experiências, com a clara ambição de ser aceito e ouvido por todos os atores da moderna sociedade europeia.